Novo álbum de Justin Bieber é proibido no Oriente Médio e em países muçulmanos

Padrão

Capa de 'Purpose', novo álbum de Justin Bieber, que foi proibido em países do Oreiente Médio e de regiões muçulmanas

Há alguns dias, Justin Bieber se envolveu em uma polêmica quando teve suas fotos sem roupa vazadas pela internet. Agora, mais uma: os países do Oriente Médio e os de regiões muçulmanas, como a Indonésia, proibiram o novo álbum do cantor de circular no local. Segundo o site americano TMZ, isso se deve ao fato do cantor estar sem camisa e exibir tatuagens, uma inclusive é o desenho de uma cruz.

Para esses lugares, a equipe de Bieber procura uma capa alternativa para que o ábum seja bastante executado. ‘Purpose’, o novo álbum do cantor, será lançado no dia 13 de novembro e o primeiro single da nova fase do cantor será ‘What do you mean?’, lançado em agosto e com apenas cinco dias de comercialização, já tinha sido executado 21 milhões de vezes.

Justin se emociona durante apresentação no VMA 2015

Depois de se encher de tatuagens e desistir de pagar de “bad boy”, Justin cantou “What do you mean?” pela primeira vez em público, após o lançamento da música, no Video Music Awards (VMA) 2015. O cantor se emocionou e caiu no choro, após apresentar a canção que marcou sua volta a premiações.

O cantor, que vem se envolvendo em constantes confusões, como ser multado por excesso de velocidade, não apresentava uma música nova há três anos e acabou não conseguindo segurar as lágrimas quando viu a resposta positiva do público ao seu desempenho no palco.

Cantor quer ser um bom exemplo: ‘Jesus foi a minha salvação

Ciente de que foi um mau exemplo, como em sua polêmica passagem pelo Brasil no fim de 2013, o artista promete mostrar que está em uma fase melhor e se livrar da fama de “bad boy”. “Eu amo Jesus e essa foi minha salvação. O que eu realmente quero é que as pessoas vejam nesse novo capítulo da minha vida não é o Justin Bieber artista. Quero que as pessoas me vejam e sintam como uma pessoa com quem eles podem se conectar”, disse.

“Minha fé me levou a um outro nível, adoro falar sobre ela. me sinto melhor e mais livre agora que sei o que posso ou não fazer. Não vou deixar que a minha voz não seja ouvida e vou usá-la por uma razão”, finalizou.

(Por Victor Tavares)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s