“Chorão era um cara diferenciado, tinha a rebeldia de um cara jovem”, diz Rick Bonadio

Padrão

Chorão, do Charlie Brown Jr., se diverte em sua pista de skate (Chorão Skate Park) em Santos (SP)Responsável por lançar a banda Charlie Brown Jr no mercado, o produtor musical Rick Bonadio lamentou a morte de Chorão e ele disse que o cantor era um cara irreverente. “Chorão era um cara diferenciado, ele conseguia falar diretamente com a molequeada. Era um cara jovem por dentro, tinha essa rebeldia que o cara novo gosta”.

Parceiros desde 1997, Bonadio recebeu uma fita demo do grupo na mesma época e se surpreendeu com a maneira em que Chorão e o grupo expunham suas ideias e emoções. “O Chorão era um cara de personalidade forte, brigava com as pessoas, entre a gente nunca teve problema. No estúdio, ele era sempre respeitoso. Quando eu pedia três músicas, ele fazia 20. Era fantástico, muito criativo e carinhoso. É muito triste ver que aconteceu isso”.

Chorão pretendia lançar algumas músicas e deveria ser encontrar com Rick nas próximas semanas. “Há três meses nos falamos e ele queria minha opinião sobre umas canções novas. A gente ia se encontrar esse mês”.

As causas da morte de Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., ainda estão sob investigação do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), mas segundo informações da apresentadora Sonia Abrão, prima do cantor, ele estava em depressão por causa de problemas pessoais envolvendo divórcio da mulher, a estilista Graziela Gonçalves. Chorão deixa o filho Alexandre, de 23 anos.

“Sabia que o Chorão estava mal por conta do divórcio com a Graziela. Ele era confuso, mas gostava muito dela”, comentou Bonadio. Chorão e a mulher se separaram em meados de novembro do ano passado.

Segundo o delegado Itagiba Franco, da Polícia Divisionária do Departamento de Homicídios, paramédicos encontraram o músico de bruços no chão da cozinha, com as mãos machucadas e já sem vida, sozinho em casa. O apartamento que fica no oitavo andar estava revirado, sujo e havia bastante vestígio de sangue.

Chorão foi encontrado morto no final da madrugada desta quarta-feira (6), no apartamento onde morava em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. O corpo foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) para fazer autópsia e o laudo deve sair em 30 dias. O velório será realizado no Ginásio Arena Santos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s