‘O PSB trabalha no fuso horário do PSB’, diz Eduardo Campos

Padrão

Presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, em evento de saúde em Olinda (Foto: Luna Markman/ G1)

O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, mantém firme a posição de que o partido não vai entrar agora no debate eleitoral. Apesar de integrar a base aliada do governo Dilma, o político é cotado para ser candidato à presidência nas eleições de 2014 e, no último sábado (23), foi criticado pelo ex-ministro Ciro Gomes (PSB). Além disso, Campos vem criticando o que considera uma antecipação do debate eleitoral promovida por PT e PSDB. “Eu respeito opiniões diferentes de quem imagina que já é preciso começar o debate político, mas o relógio do PSB trabalha no fuso horário do PSB, não vamos trabalhar com relógio, tempo dos outros, nem fazer o jogo dos outros. Nós entendemos que é hora de cuidar do Brasil para ganhar 2013”, disse, referindo-se ao baixo desempenho da economia brasileira.

O presidente do PSB falou com a imprensa nesta sexta-feira (1°), após recepcionar os novos residentes da rede estadual de saúde, em evento no Centro de Convenções, em Olinda. No fim de semana passado, Ciro Gomes fez o comentário em uma rádio de Fortaleza que Eduardo Campos “não tem propostas para o país”. O ex-ministro também disparou críticas em direção ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) e à Marina Silva (Rede), outros possíveis adversários da presidente Dilma Rousseff.

Na última quinta (28), em evento promovido pelo PT, em Fortaleza, o irmão de Ciro Gomes e governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), defendeu que Campos entrasse na disputa eleitoral como vice de Dilma, apontando que o PSB hoje tem mais força política que o PMDB, do atual vice-presidente, Michel Temer. “Nós temos dentro do partido visões distintas. Converso com o Cid muito bem, mas esse debate não vai ser resolvido aqui, agora, e quando for decidido será pelas instâncias partidárias”, disse Campos.

Especulações sobre a entrega dos cargos do PSB no governo federal e a saída do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, do PSB para o PT, também seriam indícios de que o PT pressiona Campos a se posicionar em relação a uma possível candidatura ao Planalto ou pelo apoio à candidatura de Dilma, pré-lançada pelo ex-presidente Lula semana passada. “A plantação de intrigas e maledicências é geral, não me consta que em hora nenhuma houve isso, podem ligar para Fernando. Não me sinto nem um pouco pressionado para definir minha posição agora, quem vai definir é o PSB. Não acho que 2013 seja um ano de montar palanques, mas sim de unir o país. Agora, nunca vi quem está num governo em situação de dificuldade antecipar calendário eleitoral, nunca vi isso dar certo”, falou.

Nos últimos dois dias, Eduardo Campos se encontrou com o governador do Piauí, Wilson Nunes; do Espírito Santo, Renato Casagrande; e da Paraíba, Ricardo Coutinho, todos do PSB, além do vice-presidente nacional da legenda, Roberto Amaral, e do líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque. “Houve três reuniões distintas, que estavam atrasadas, que viraram reuniões de emergência do executivo. Foram encontros sobre o programa do partido que vai ao ar no próximo mês, sobre a questão dos portuários e votação dos royalties do petróleo, além de outros assuntos importantes”, disse.

A conjuntura política, afirmou Campos, também foi tradada. “Não mudou absolutamente nada, o partido está tranquilo. Tudo o que estamos fazendo foi tratado com a presidenta Dilma, ela sabe o que nós pensamos e o que pode acontecer em 2014. Esse debate só pode ser concluído quando todas as variáveis estiverem colocadas, mas cada um tem seu jeito de agir. Já disse que o PSB vai estar em 2014. Não vamos atropelar ninguém, mas também não vamos ser atropelado”, falou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s