‘Só me curei da anorexia porque não engravidaria nunca’, diz Fiorentino

Padrão

Isabela Fiorentino dá entrevista para Marília Gabriela para seu programa no SBT (Foto: Carol Soares / SBT)Isabela Fiorentino dá entrevista para Marília Gabriela para seu programa no SBT (Foto: Carol Soares / SBT)

Isabella Fiorentino falou sobre a complicada gestação dos trigêmeos em entrevista à Marília Gabriela. “Hoje não tenho dúvida de que meus filhos são um milagre”, afirmou a apresentadora, que já enfrentou uma anorexia. “Eu só me curei da anorexia porque o médico disse que daquele jeito eu não iria engravidar nunca”, contou.

Durante a entrevista, a apresentadora do “Esquadrão da Moda” elegeu a descoberta da gravidez como “o momento mais louco da vida”: “Disseram para eu me preparar para o caso da gestação não dar certo. Eu nunca coloquei em dúvida que eles não iriam nascer”, comentou Isabella. “Meu médico disse que tem certeza de que é a última vez que ele vai ver trigêmeos univitalinos, porque é raríssimo”, contou ela.

Isabella deu à luz a Bernardo, Nicholas e Lorenzo no dia 1 de agosto de 2011. Eles ficaram 90 dias no hospital até poderem ir para casa. “Meu marido não teve tanto jogo de cintura, ele ficou mais abalado do que eu. A partir do quinto mês só levantava da cama para ir ao banheiro. Eu estava gorda, cheia de espinhas, mas nada daquilo importava”, contou ela, que é casada com o empresário Stefano Hawilla.

Depois de dar à luz, Isabella emagreceu 25 quilos em dois meses com a ajuda da amamentação. “É uma ninhada. Não fico distante de um cachorro amamentando. Eu precisava de mais um peito”, brinca.

Sobre os filhos, ela conta que cada um tem uma personalidade. “Eu falo que o Bernardo é inteligente, ele vai ser jornalista. O Lorenzo é o equilibrado, ele tem paz, calma. O Nicholas é o pimentinha, quer tudo na hora”, contou.

Isabella também falou sobre a carreira de modelo. “Não adianta ter só vontade, você tem que nascer para ser modelo”, opinou. “A imagem conta, sem palavras, a história de uma pessoa.
As mulheres brasileiras já são sexy, elas acabam querendo colocar o corpo como outra arma de sedução e isso é muito vulgar”, afirmou. “Uma mulher de 60 anos não pode se vestir como uma menina de 15”,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s